Conexão 91 Paraná – 15/01/2020

O número de casos confirmados de dengue no Paraná, segundo boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), nesta terça-feira (14), é 42 vezes maior do que o registrado no mesmo período do ano passado. De acordo com o levantamento, desde o final de julho de 2019 até a segunda semana de janeiro, foram confirmados 6.068 casos. No mesmo período do ano epidemiológico anterior, eram 142 confirmações. O resultado desta semana também aponta aumento de 725 registros de dengue, em comparação com o boletim anterior, com 5.343 casos. Ainda conforme a secretaria, em um ano, o número de casos notificados da doença passou de 6.129 para 25.551. Até a segunda semana de janeiro de 2019, o boletim epidemiológico não havia registrado mortes por dengue no período. Neste ano, o levantamento aponta que duas pessoas morreram pela doença. As mortes foram na cidade de Nova Cantu, no centro-oeste do estado. Uma morte foi registrada em novembro e outra em dezembro do ano passado. No mesmo período do ano anterior, não havia municípios em situação de epidemia, conforme o boletim. Um ano depois, são 22 cidades. Confira os municípios considerados em situação de epidemia: Paranavaí; Quinta do Sol; Florestópolis; Juranda; Peabiru; Diamante do Norte; Guairaçá; Inajá; Santa Isabel do Ivaí; Ângulo; Colorado; Doutor Camargo; Floraí; Paranacity; Uniflor; Braganey; Douradina; Paraíso do Norte; Tamboara; Sertaneja; Guaíra. No boletim desta terça-feira, o Paraná registra três casos de zika vírus, mesmo número apontado na semana anterior. Todos os casos foram identificados em Foz do Iguaçu, no oeste. Toledo, Foz do Iguaçu, Maringá, Araucária e Curitiba tiveram casos de chikungunya no ano epidemiológico. Os registros já haviam sido identificados no boletim da semana passada.

Os suspeitos de ter envolvimento na morte de um funcionário de uma tabacaria de Marialva, disseram à Polícia Civil nesta segunda-feira (13) que executaram a vítima por se sentirem ameaçados. A afirmação foi dada pelo delegado Rodolfo Vieira, nesta terça-feira (14). Um jovem, de 18 anos, foi preso e um adolescente, de 17 anos, apreendido nesta segunda-feira (13). De acordo com a polícia, os dois confessaram ter matado Pedro Henrique Teixeira Martins, de 27 anos, no sábado (11). O delegado Rodolfo Vieira disse que os suspeitos relataram estar sofrendo ameaças da vítima de um roubo a caminhonete, que aconteceu em Marialva em dezembro de 2019. “Eles apontam que estavam sendo ameaçados inclusive pela vítima do homicídio e outras pessoas. Acreditavam que a ameaça seria sincera. É uma versão um pouco desproporcional com a violência do crime”, afirmou. Ainda conforme o delegado, a Polícia Civil irá aprofundar as investigações para saber se a versão dada pelos suspeitos é verdadeira. A Polícia Civil acredita que o adolescente apreendido não tenha envolvimento no crime, uma vez que as características físicas dele não batem com nenhum dos homens que aparecem nas imagens atirando, conforme as investigações. “Ele assume que atirou, inclusive fala que foi ele mesmo que praticou o delito. Como ele vai fazer 18 anos daqui alguns meses, pode ser interessante para ele assumir no lugar de outro, no mundo criminal”, disse o delegado Rodolfo Vieira. A prisão e apreensão foram feitas após uma operação feita pelas polícias Civil e Militar. Em um dos endereços os policiais apreenderam um revólver, carregadores de pistola nove milímetros, celulares, drogas e roupas. Segundo as investigações, dois homens encapuzados entraram na tabacaria, que fica no Centro de Marialva, por volta das 23h20 de sábado (11), e atiraram 45 vezes contra Pedro Henrique Teixeira Martins. Testemunhas disseram à polícia que os dois atiradores fugiram do local em direção ao bairro Vila Altônia. Estojos de munição de pistola nove milímetros foram encontrados no local e recolhidos para a perícia. Segundo a Polícia Civil, a vítima não tinha passagens pela polícia.

Uma pessoa morreu em uma batida entre uma caminhonete e um caminhão na PR-323, em Sertanópolis, no norte do Paraná, na manhã desta terça-feira (14). O motorista do caminhão informou à Polícia Rodoviária Estadual (PRE) que o motorista da caminhonete perdeu o controle do veículo, invadiu a pista contrária e bateu de frente no caminhão. O acidente aconteceu por volta das 5h na altura do km 39 da rodovia. Os socorristas do Siate foram chamados, mas o condutor do caminhonete morreu no local. A rodovia foi parcialmente bloqueada pela PRE para o atendimento da ocorrência. A Polícia Civil informou que vai abrir um inquérito para investigar a causa do acidente.

Um homem, de 47 anos, foi preso na tarde desta segunda-feira (13), em Loanda, após colidir um triciclo adaptado, com um carro. Segundo a Polícia Militar (PM), o homem tinha visíveis sinais de embriaguez. Conforme a PM, uma equipe foi acionada e, ao chegar ao local do acidente, realizou o teste do bafômetro no condutor do carro, um GM/ Vectra, de cor prata, e o aparelho apontou o valor de 0,00 Mg/L. Já o condutor da moto adaptada, segundo a Polícia, tinha sinais de embriaguez e não estava em condições de realizar o teste do bafômetro. O homem, que é deficiente físico, foi preso e encaminhado à delegacia de Loanda. O Senado Federal deve votar em breve o projeto de lei (PL 4.487/2019) que concede à cidade de Nova Esperança o título de Capital Nacional da Seda. De acordo com o autor da proposta, deputado Rubens Bueno (Cidadania -PR), o Paraná é responsável por 84% da produção nacional de seda e Nova Esperança é responsável pela produção de 328 toneladas de casulos por safra, o que a coloca como maior produtora do produto da América Latina. O município, de 30 mil habitantes, é considerado a Capital estadual da sericultura e a expectativa é de que o título contribua para a preservação e desenvolvimento da cultura da seda na região. “O desafio é não permitir que a sericicultura perca espaço com o passar do tempo. A expectativa é que, com a visibilidade que a concessão do título trará ao município, mais investimentos sejam atraídos, impulsionando a geração de empregos no setor, especialmente pela sensibilização dos mais jovens para sucessão familiar”, explica o relator na Comissão de Educação (CE), senador Flávio Arns (Rede-PR). A proposta entrou na pauta do Plenário em dezembro do ano passado. Se aprovado na próxima votação, o projeto vai à sanção presidencial.

Um homem, de 31 anos, ficou ferido em uma colisão frontal entre uma motoneta Biz 100 e uma caminhonete F1000, na tarde desta segunda-feira (13), na PR-218, entre Paranavaí e Graciosa. Segundo o Corpo de Bombeiros, a batida foi por volta das 15h30. C.H.M.D.S estava na moto e teve ferimentos graves. De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), o motociclista trafegava sentido Graciosa a Paranavaí e o automóvel vinha em sentido contrário. Ainda conforme os bombeiros, o homem sofreu fraturas na perna e pé esquerdo, mão e antebraço esquerdo, teve ferimento considerável na parte frontal do crânio e amputação de parte do dedinho de uma das mãos. Ele foi encaminhado para a Santa Casa de Paranavaí. A reportagem do Portal da Cidade ainda não conseguiu contato com o hospital para saber sobre o atual estado de saúde da vítima.O motorista da caminhonete não se feriu.

FONTES G1 PARANÁ/RPC NOROESTE/PORTAL DA CIDADE PARANAVAÍ – FERREIRA JR – CONEXÃO 91

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *