Conexão 91 – Destaques 02/12/19

Mortes em Paraisópolis = Seguem as investigações sobre as mortes durante um baile funk em Paraisópolis, Zona Sul de SP, no fim de semana. 9 pessoas morreram pisoteadas durante um tumulto em meio a uma ação policial na comunidade na madrugada de domingo. Na noite de ontem, os moradores fizeram um protesto pedindo justiça. Parentes dos mortos acusam policias militares de armarem uma ‘emboscada’. Já a PM afirma que foi provocada e atacada por criminosos. Policiais envolvidos na operação prestaram depoimento neste domingo. O governador João Doria lamentou as mortes e pediu ‘apuração rigorosa dos fatos’. ‘Quantas vão ter que perder seus filhos?’, diz mãe de um dos mortos. Paraisópolis é a 2ª maior comunidade de SP e tem 100 mil habitantes.

Exclusivo Fantástico = Novos laudos reforçam denúncia de tortura durante intervenção federal no Rio. A segurança pública do estado ficou sob intervenção federal de fevereiro a dezembro de 2018. Durante este período, em 21 de agosto, sete jovens foram presos em uma comunidade na Zona Norte da cidade. De acordo com a Defensoria Pública, eles só foram apresentados à Justiça dois depois. O relatório da juíza da audiência de custódia, anota que estavam “lesionados, com diversos ferimentos”. Os presos dizem que foram torturados pelos soldados no momento da prisão, dentro do quartel, onde teriam sido submetidos a choques e “madeiradas”. Em março de 2019, o IML seguiu um protocolo internacional de investigação de tortura, chamado Protocolo de Istambul e adotado pela ONU, onde os presos passam por entrevistas avaliadas por especialistas. As respostas são comparadas com o resultado do exame de corpo de delito, fotografias e depoimentos dados na audiência de custódia. No caso do Rio, em seis dos sete novos laudos os peritos afirmam: “As alterações psicológicas apresentadas pelo periciado são altamente compatíveis com aquelas apresentadas por pessoas que passaram por situações de estresse psicológico agudo, nelas incluída a tortura”.

Renegociação de dívidas = Alguns dos maiores bancos do país vão fazer um mutirão a partir de hoje para renegociar dívidas de clientes em atraso. Segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), os débitos serão negociados em condições especiais. O mutirão faz parte de um acordo de cooperação com o Banco Central, e vão participar Banco do Brasil, Banrisul, Bradesco, Caixa Econômica, Itaú e Santander. De 2 a 6 de dezembro, mais de 200 agências bancárias dessas instituições em todo o país vão ficar abertas até as 20h. Além de renegociação de dívidas, será possível obter orientação financeira.

Foto: Reprodução

Concursos = Pelo menos 208 concursos públicos no país estão com inscrições abertas hoje e reúnem 24,2 mil vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ 33.689,11 no Ministério Público do Trabalho (MPT). Além das vagas abertas, há concursos para formação de cadastro de reserva – ou seja, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso.

Carnaval 2020 = Das 13 escolas do Grupo Especial do Rio de Janeiro, pelo menos dez inseriram críticas nas letras de seus sambas para 2020. “Messias de arma na mão”, “marajá em Bangu”, “respeita o meu axé” e “o Rio pede socorro” são alguns dos versos que miram em personagens ou questões da cidade e do Brasil. Somente Beija-Flor de Nilópolis, Unidos de Vila Isabel e Unidos do Viradouro buscaram destacar personagens brasileiros, sem críticas diretas.

Brasileirão = O fim de semana foi de mais uma atuação de gala do campeão Flamengo. Jogando em São Paulo, o time carioca derrotou o Palmeiras por 3 a 1, o que causou a demissão do técnico Mano Menezes. O domingo também teve as vitórias do Grêmio sobre o São Paulo e do Atlético-MG, que bateu o Corinthians . Hoje, o Cruzeiro tenta deixar a zona de rebaixamento ao encarar o Vasco, fora de casa. Os mineiros têm 36 pontos e estão na 17ª posição, a dois pontos do Ceará, primeiro fora do Z-4.

Fórmula 1 = Lewis Hamilton encerrou a temporada 2019 da Fórmula 1 em grande estilo ao vencer de ponta a ponta o Grande Prêmio de Abu Dhabi. Com o 11º triunfo em 21 corridas no ano, o hexacampeão mundial ficou a apenas sete vitórias de igualar o recorde de 91 de Michael Schumacher. Em outro quesito, o inglês já igualou o alemão: terminou o ano com pontos em todas as corridas, assim como o heptacampeão em 2002. Com a melhor volta da prova, Hamilton ainda alcançou o Grand Chelem, termo usado quando um piloto vence de ponta a ponta largando da pole e com a volta mais rápida.

Hoje é Dia Panamericano da Sáude – Dia Nacional das Relações Públicas – Dia Nacional da Astronomia

Fonte G1 – Ferreira Jr. – Conexão 91

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *