Conexão 91 – Destaques Paraná 08/11/19

Confira os destaques de hoje…

Os procuradores da Operação Lava Jato afirmaram em nota, na noite desta quinta-feira (7), que a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de derrubar a possibilidade de prisão de condenados em segunda instância impactará nos resultados da força-tarefa. O comunicado afirma também que a decisão “está em dissonância com o sentimento de repúdio à impunidade e com o combate à corrupção”. O advogado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Cristiano Zanin, também por meio de nota, afirmou que a decisão reforça que o petista está preso injustamente e que entrará com um pedido para que haja a “imediata soltura” do ex-presidente.

Governo anuncia que não haverá fechamento de turmas em escolas estaduais para 2020 = O Governo do Paraná anunciou que não haverá fechamento de turmas nas escolas estaduais que estavam em situação de análise, devido à baixa procura de alunos do 6º ano e do 1º ano do Ensino Médio. Nas últimas semanas, pais de alunos e representantes das escolas protestaram contra o risco de fechamento de turmas em pelo menos três escolas de Curitiba: Colégio Estadual Tiradentes, Colégio Estadual Amancio Moro e Colégio Estadual Conselheiro Zacarias.

Acordo permite agentes atravessarem fronteiras durante perseguições policiais = Os ministros de Segurança, Justiça e Interior dos países membros do Mercosul aprovaram, nesta quinta-feira (7), um acordo que permite que agentes de segurança atravessem fronteiras durante perseguições policiais. O anúncio foi feito pelo Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. Moro presidiu o encontro com ministros da Argentina, Paraguai, Uruguai e Bolívia.

Recursos esperados do megaleilão caem para R$ 598,3 milhões = O Paraná deve receber cerca de metade dos recursos previstos com o megaleilão do pré-sal, realizado na quarta-feira (6), no Rio de Janeiro. Com o arremate de dois dos quatro blocos disponíveis no leilão, os valores previstos para os 399 municípios e para o governo do estado somados passaram de R$ 1,2 bilhão para R$ 598,3 milhões. O valor estimado para o governo do estado era de R$ 494,4 milhões e ficou em R$ 239,6 milhões. Já para a distribuição entre os municípios era de R$ 739 milhões e ficou em R$ 358,7 milhões. O leilão da cessão onerosa refere-se ao petróleo excedente de uma área que a Petrobras explora desde 2010.

Aos 106 anos, idoso ganha a primeira festa de aniversário = Aos 106 anos, Daniel Rufino ganhou a primeira festa de aniversário da vida. O idoso, que mora um distrito de em Cruzmaltina, no norte do Paraná, apagou as velinhas após um grupo amigos se reunir e organizar a festa. “Foi muito bonita, boa demais, gostei demais. Nunca tive uma festa”, disse o idoso centenário. O engenheiro agrônomo Douglas Venâncio foi o idealizador da comemoração. A ideia surgiu em fevereiro quando ele descobriu a idade de Daniel.

Mais de um milhão de turistas devem visitar Foz do Iguaçu na alta temporada = Mais de um milhão de turistas devem visitar Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, de novembro a janeiro, segundo a Secretaria Municipal de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos. A estimativa da Secretaria de Turismo tem como base a soma de turistas que passaram pela cidade na temporada 2018/2019. “Foz está em um bom momento, em alta na preferência dos viajantes. O destino tem ótima relação custo-benefício e boa conectividade aérea”, disse o secretário Gilmar Piolla.

O número de pessoas vivendo na extrema pobreza no Paraná quase dobrou entre 2013 e 2018, de acordo com o estudo Síntese de Indicadores Sociais (SIS), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os dados foram divulgados na quarta-feira (6). Conforme o estudo, no ano passado 305.949 mil moradores do estado viviam com renda mensal de até R$ 145. Em 2013, eram 163.310 pessoas nessa condição. Desde então, o indicador está aumentando ano a ano. Em 2018, 1,5 milhão de moradores do Paraná estavam vivendo abaixo da linha pobreza, quando a renda domiciliar per capita é inferior a R$ 420. O número teve redução de cerca de 45 mil pessoas, no comparativo com o ano anterior – e de mais de 100 mil em cinco anos. Crise levou 4,5 milhões a mais à extrema pobreza no Brasil. O Paraná e os estados do Sul do país estão entre aqueles que têm as menores proporções de pessoas em condição de pobreza e extrema pobreza. Mesmo assim, a renda de per capita de mais de 1,8 milhão de paranaenses está abaixo da metade do salário mínimo, de R$ 998. Segundo o diretor do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes), Julio Suzuki, a situação só vai mudar com a retomada da economia e o aumento do número de empregos. “Para os anos seguintes nós projetamos crescimento econômico de maior envergadura o que possibilitará resultados sociais mais relevantes”, aponta. Aos 80 anos, Elvira Araújo da Silva depende de doação de cesta básica para ter comida em casa. O dinheiro da aposentadoria dela não chega até o fim do mês. “É uma bênção de Deus, aí chega as coisas na minha casa”, afirma. Não fosse a doação recebida de uma igreja, ela diz que não teria nada para comer nesta quinta-feira (7). A crise econômica tirou o emprego e também a renda que garantia a compra de alimentos para Jocimara Machado Barbosa e os quatro filhos. Atualmente, ela vive de bicos e ganha R$ 450 para sustentar a família. A comida que ela recebeu de doação nesta quinta precisa durar o mês inteiro. “Mas dura, a gente come pouco. É muito difícil, mas a gente vai levando”, conta.

O número de casos confirmados de sarampo no Paraná em 2019 subiu para 316, conforme boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), nesta quinta-feira (7). São 43 casos a mais do que no último balanço. Conforme a Sesa, 27 casos têm como provável fonte de infecção o estado de São Paulo e outros cinco o estado de Santa Catarina. Em 259 casos, não houve identificação do local de contágio. Outras vinte e cinco confirmações tiveram duas cadeias de transmissão distintas identificadas. O boletim aponta que, das 22 regionais em saúde do Paraná, 20 têm cidades com casos de sarampo. Nenhuma morte pela doença foi registrada até esta quinta-feira. Casos por município: 217 em Curitiba; 20 em Colombo; 11 em São José dos Pinhais; 10 em Pinhais e Piraquara; 8 em Campo Largo; 7 em Londrina; 5 em Rio Branco do Sul; 4 em Almirante Tamandaré; 3 em Carlópolis, Campo do Tenente e Jacarezinho; 2 em Castro, Maringá e Campina Grande do Sul; 1 em Araucária, Irati, Balsa Nova, Quatro Barras, Fazenda Rio Grande, Lapa, Mandirituba, Ponta Grossa e Rolândia. Ainda de acordo com o levantamento, a maior parte dos pacientes com sarampo no Paraná é de pessoas com idades entre 20 e 29 anos, com 175 confirmações. Em seguida, estão crianças, adolescentes e jovens, com idades entre 10 e 19 anos. A vacinação contra o sarampo é a única forma de evitar a contaminação do vírus, segundo a secretaria. Neste ano, a 2ª fase da Campanha Nacional de Vacinação está prevista para começar em 18 de novembro e terminar no dia 30. O foco da segunda fase é vacinar pessoas com idade entre 20 e 29 anos. Um “Dia D” de vacinação está previsto para ocorrer no dia 30 de novembro.

Duas mulheres foram presas com mais de 320 pedras de crack, em Umuarama, no noroeste do Paraná, nesta quinta-feira (7). De acordo com a Polícia Militar (PM), as suspeitas estavam em uma moto e ao verem um carro da polícia tentaram fugir. Porém, a equipe percebeu a movimentação e fez a abordagem. Durante a revista, a passageira da moto estava com um pacote com a droga. A motociclista disse que não sabia da droga, segundo a polícia. A moto e a droga foram levadas para a delegacia de Umuarama.

Hoje em Itaúna do Sul, às 18h30 na Secretaria de Esportes, tem preleção para lançamento da 2ª Copa Regional de Futebol Suíço “Silvio Inocêncio Leite”. A inscrição para a Copa custa R$ 300,00 e a equipe campeã receberá R$ 2.000,00, a vice R$ 1.000,00 e a terceira colocada R$ 500,00. Informações com o Ewandro no telefone 99129-8223 ou com Marcelo (99116-1436).

Pelo segundo ano consecutivo, Terra Rica sediará a Final do Campeonato Paranaense de Parapente. A cidade vai receber para a competição cerca de 80 pilotos de todo o Paraná e estados vizinhos. Mais um evento para movimentar o turismo, o comércio e serviços da cidade. A competição, que acontece nos dias 30 de novembro e 1º de dezembro, deve movimentar a economia da cidade, que vem resgatando a sua identidade turística. Terra Rica possui belezas naturais únicas no estado, com prainhas de água doce do Rio Paranapanema e o Parque Municipal dos Três Morrinhos, um dos melhores pontos no país para a prática de esportes de voo. A cidade passou cerca de 10 anos sem receber uma das etapas do Paranaense de Parapente. Com a retomada das políticas municipais de desenvolvimento do turismo, como fonte de renda e geração de empregos, a cidade voltou a sediar a final do Campeonato, promovido pela Federação Paranaense de Parapente. Os atletas que participarem da competição encontrarão uma estrutura na base dos Três Morrinhos, onde foi construído um prédio em forma de uma asa delta. O local é considerado pelos atletas o melhor lugar do Paraná para se voar, por ser seguro, de relevo plano e livre de obstáculos, com muitas opções para pousos. Por se tratar de uma etapa que encerra o campeonato, o evento contará com a cerimônia de premiação dos melhores competidores do ano. Só para se ter uma ideia das condições que o local oferece aos pilotos, a previsão dentro da competição é de voos com distâncias entre 30 a 90 quilômetros do ponto de partida. Os pilotos irão decolar em Terra Rica e pousar em outras cidades da região.

Nesta sexta-feira (8), às 18h30, lideranças políticas e comunitárias de todo o Extremo-Noroeste do Paraná se reunirão em Nova Londrina para debater o desenvolvimento regional. O vice-governador Darci Piana confirmou presença no evento. A ideia é elaborar propostas que elevem o padrão de crescimento socioeconômico de todos os municípios. Entre os aspectos a serem discutidos durante o evento, agricultura, educação superior, turismo, saúde e negócios. A reunião será no Salão Paroquial de Nova Londrina, localizado na Avenida Londrina, sem número.

Com informações e imagens dos sites G1 Paraná/RPC Noroeste/Portal da Cidade Paranavaí/Diário do Noroeste/Outros – Ferreira Junior – Conexão 91

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *