Conexão 91 – Destaques Paraná 06/11/19

Confira os destaques de hoje…

Os deputados estaduais aprovaram na sessão desta terça-feira (5) da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), por 44 votos a 6, um projeto de resolução que altera regras da verba de ressarcimento dos parlamentares. Por mês, cada deputado tem direito a R$ 31 mil para bancar gastos com alimentação, transporte, combustível, hospedagem e material de trabalho, por exemplo. Além disso, os parlamentares recebem salário de cerca de R$ 25 mil. As mudanças nas regras foram pedidas pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR).

Justiça autoriza, e ex-servidor do TCE réu na Quadro Negro retira tornozeleira = O ex-servidor do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) e réu na Operação Quadro Negro, Pablo Granemann, retirou a tornozeleira eletrônica e passou a cumprir outras medidas cautelares após decisão do juiz Fernando Bardelli Silva Fischer, da 9ª Vara Criminal de Curitiba, de 30 de outubro deste ano. A operação investiga desvios de mais de R$ 20 milhões de obras de construção e reforma de escolas públicas. Granemann se tornou réu por participação em organização criminosa e repasse de propina. Por isso, em abril deste ano, ele foi exonerado do TCE-PR.

Agente é libertado após ficar quase 24 horas em poder dos presos = O agente de cadeia feito refém por presos da Casa de Custódia de Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba, foi libertado após quase 24 horas de negociação, segundo o Departamento Penitenciário do Paraná (Depen). O profissional foi rendido pelos presos por volta das 14h de segunda-feira (4) e liberado às 13h45 desta terça-feira (5), conforme o departamento. Ninguém ficou ferido. O Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná (Sindarspen), informou que o agente de cadeia possui contrato temporário e foi feito refém por presos que estavam em um dos contêineres da unidade prisional.

13º deve injetar R$ 12,6 bilhões na economia do PR em 2019 = Os pagamentos do 13º salário de 2019 devem injetar R$ 12,6 bilhões na economia do Paraná, segundo levantamento divulgado nesta terça-feira (5), pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Conforme o departamento, cerca de 5 milhões de trabalhadores paranaenses receberão até dezembro de 2019, o que corresponde a 6,22% do total de trabalhadores brasileiros com direito aos pagamentos. No Paraná, ainda de acordo com o levantamento, a quantia representa 2,8% Produto Interno Bruto (PIB) estadual.

Suspeito de tentar assaltar com arma de brinquedo é preso = Um homem foi preso depois de tentar assaltar uma mulher com uma arma de brinquedo na manhã desta terça-feira (5) no bairro São Francisco, em Curitiba. Segundo a Polícia Civil, o suspeito foi rendido e espancado por moradores durante a tentativa de roubo. Ele foi levado ao Hospital do Trabalhador e depois foi encaminhado para a Central de Flagrantes da Polícia Civil, onde foi autuado por roubo qualificado.

Pesquisadores lançam plataforma que prevê possibilidade de desastre natural = A plataforma online Observatório Brasileiro do Mar (BSO), que prevê a possibilidade de desastres naturais e acidentes em todo o litoral do Brasil, principalmente nas regiões do Paraná e de Santa Catarina, foi lançada nesta terça-feira (5), em Curitiba. A ferramenta foi desenvolvida graças à parceria entre uma empresa de engenharia, o Centro de Estudos do Mar (CEM) da UFPR e a Universidade de Lisboa. O principal objetivo do projeto é contribuir para os gerenciamentos costeiro de segurança marítima, recursos marinhos, além da previsão oceânica e de tempo, atividades de turismo, pesca, aquacultura, e pesquisa científica.

Dengue/Paraná = O Paraná registrou 925 casos confirmados de dengue, conforme boletim epidemiológico divulgado nesta terça-feira (5) pela Secretária de Estado da Saúde (Sesa). São 106 casos a mais que na semana passada. Segundo a secretaria, 239 municípios apresentaram notificações da doença e 121 têm casos confirmados. O estado totaliza 8.311 notificações para a dengue.

Do total, 732 são casos autóctones – quando as pessoas contraem a doença na cidade onde moram. Os municípios com maior número de casos suspeitos notificados são: Londrina, no norte do estado; Foz do Iguaçu, no oeste; Maringá, no norte. Segundo a Sesa, os números são referentes ao monitoramento que teve início em agosto deste ano. O boletim desta terça-feira também apontou que mais dois municípios entraram em situação de epidemia da doença: Nova Cantu, no centro-oeste, e Uniflor, no norte. Outros três municípios que já estavam em epidemia, são: Quinta do Sol, no centro-oeste do estado, Inajá e Santa Isabel do Ivaí, ambas no noroeste do Paraná. Conforme a secretaria, o município é declarado em situação de epidemia quando registra, proporcionalmente, 300 casos para 100 mil habitantes. De acordo com o boletim desta terça-feira, o Paraná também apresentou dez municípios em situação de alerta – quando são apresentados entre 100 e 300 casos por 100 mil habitantes. Nesta lista estão: Lindoeste, no oeste; Juranda, no centro-oeste; Douradina, no noroeste; Indianópolis, no noroeste; São Carlos do Ivaí, no noroeste; Floraí, no norte; Flórida, no norte; Florestópolis, no norte; Uraí, no Norte Pioneiro e Ângulo, no norte. Segundo a Sesa, no estado, a maioria dos criadouros estão nos imóveis residenciais e comerciais. Esses criadouros se formam em todo recipiente que acumula água parada, como pratos de vasos de plantas, lixeiras dentro e fora de casa, coletor de água e do ar-condicionado, ralos, lajes, calhas e pneus velhos. Além disso, na próxima estação, com os dias mais quentes, abafados e chuvosos, a proliferação do mosquito transmissor da doença pode ser ainda maior, alerta a secretaria.

Esporte Regional = Nos meses de dezembro e janeiro, as cidades de Floraí e Terra Rica estarão realizando competições esportivas. FLORAÍ – Em Floraí no dia 22 de dezembro haverá o 2º Torneio Independente de Futebol Suíço, no Pesqueiro Vale Verde. A inscrição custa R$ 250,00 e o telefone para contato é 98857-2385. A equipe campeã recebe R$ 1.500,00, a vice R$ 900,00 e a terceira colocada R$ 500,00, além de troféus. O artilheiro e o goleiro menos vazado receberão R$ 50,00 cada.

TERRA RICA – No dia 6 de janeiro de 2020 terá início o Campeonato Regional de Futsal de Terra Rica. A inscrição custa R$ 500,00. A premiação será em dinheiro, troféus e medalhas. A campeã receberá R$ 5.000,00, vice R$ 2.000,00 e a terceira colocada R$ 500,00. Contatos com o Kalunga Azoia no telefone 99921-4109. Organização – Divisão de Esportes com apoio da Prefeitura de Terra Rica.

Com informações e imagens dos sites G1 Paraná/RPC Noroeste/Diário do Noroeste – Ferreira Junior – Conexão 91

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *