Ministério diz que ainda não foi notificado pelo TCU sobre pedido relativo a jornalista

Assessoria do Ministério da Economia informou que o ministério ainda não foi notificado se o Tribunal de Contas da União pediu para o ministro da Economia, Paulo Guedes, explicar se Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) investiga jornalista do site Intercept Brasil.


O ministro Bruno Dantas, do TCU, determinou prazo de 24 horas para que o ministro da Economia, Paulo Guedes, explique, por escrito, se o Coaf abriu uma investigação contra o jornalista Glenn Grennwald.

O prazo é a partir da notificação, o que só deve ocorrer durante a semana, segundo assessoria do TCU.

O Tribunal também pediu explicações ao presidente do Coaf, Roberto Leonel.

Segundo informações publicadas pela imprensa, a Polícia Federal teria solicitado ao Coaf um relatório das atividades financeiras do jornalista. O objetivo seria, segundo relatado no site O Antagonista, localizar movimentações atípicas que tenham relação com os vazamentos de supostas conversas trocadas entre procuradores da Lava Jato e o então juiz Sérgio Moro.

O pedido de explicações foi feito pelo Ministério Público de Contas junto ao TCU. Segundo o subprocurador-geral Lucas Rocha Furtado, se confirmadas as notícias, configuraria “grave desvio de finalidade e abuso de poder para tolher a liberdade de imprensa mediante perseguição para intimidar o jornalista”.

Procurada pela reportagem, a Assessoria do Ministério da Economia informou que o ministério ainda não foi notificado e que vai responder o TCU dentro do prazo determinado.

Com reportagem de Lucas Pordeus León/Agência EBC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *